.passa um paninho,ele tira o pó.

 Enquanto isso…

 Vou empurrando com a barriga

Não é possível que minha vida haja de ser

Sempre assim, esse dilúvio de más encarnações

Alguma coisa dentro de mim

Ainda quer …

Canções altas, luzes fortes e beijos avassaladores

Mas estou me acostumando

Acostumando

A empurrar com a barriga

Pois bem,

A barriga já não é suficiente

Estou tendo que usar

Braços, pernas

 E meu pequeno salário

*elhells*

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: